domingo, 27 de agosto de 2017

SALOBRO | INSTALAÇÃO - RIO DAS ARTES 2017 - SESC PIRACICABA-SP




Esse projeto apresenta uma investigação inédita para o Rio das Artes 2017, SESC Piracicaba-SP. Aborda, discute e relaciona o batismo - seus componentes, procedimentos e intenções, com a poética do artista (o seu universo materno). Sal, água, sólido oval, cúpula e violeta genciana foram utilizados para desenvolver a ideia. Esse procedimento conceitual busca reorganizar a poética do artista que procura novas dinâmicas dentro desse pensamento.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

INFECTO | performance - Ocupação 2 - 2016







Fotografias de Fausto Gracia, Caio Gusmão Ferrer e Ba

Infecto discute as atuais formas de atenção do artista contemporâneo para a performance interativa. Surge das dinâmicas hospitalares, relacionando doença, cura e a rejeição na vida humana. O autor assume em sua poética criativa, o universo materno pessoal observado como ele entende e utiliza os elementos durante a ação (a relação/convivência com sua mãe, memória, atitudes, objetos, guardados, pensamentos, fotografias, palavras, sentimentos, relação familiar, ou seja, toda e qualquer referência entre o artista e sua mãe). Esse procedimento conceitual abastece o banco de ideias e busca reorganizar a poética do artista que procura novas dinâmicas dentro desse pensamento. 

A ação durou 20 minutos e contou com curativos de gaze, algodão, esparadrapo e violeta genciana, além de água morna em uma jarra e copos descartáveis sobre uma mesa, onde o público pode participar da ação.

______________________________________

A ação Infecto aconteceu no evento "OCUPAÇÃO 2", no espaço independente de arte AT|AL|609 - lugar de investigações artísticas, com curadoria de Cecília Stelini. Trata-se de uma exposição coletiva cujas obras foram construídas em site specific, ou seja, a partir de um diálogo e apropriação do espaço. Este evento faz parte da proposta selecionada via Edital PROAC 38|2015 - Territórios das Artes.

Mais informações sobre o evento?
http://www.at-al-609.art.br

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

NINHÁRIO | SESC PIRACICABA 2015





O trabalho discute e dá continuidade a relação e interesse do artista pelo seu universo materno. Funde ações da natureza e humanas, assumindo em sua poética criativa essa maternidade pessoal encontrada na maneira como entende as formas, cores, ações, objetos, o ambiente e seus simbolismos.

O projeto apresenta esse pensamento em uma investigação inédita para o “Entre Paredes”, no SESC Piracicaba. Toma como referência duas séries do artista – “Série Ninho”, de 2012 e “In Memoriam”, de 2011, que agora se apresentam reorganizadas e de forma híbrida.

Trata-se de duas intervenções em paredes distintas e uma terceira que será uma instalação de parede com objetos na área de alimentação. Serão geradas composições, grafismos e massas de cor/imagem pela repetição de figuras de bebês carimbados em tinta acrílica violeta. Essas figuras são oriundas de desenhos do artista. As dimensões serão variadas.

sábado, 31 de outubro de 2015

MOSTRA BIENAL CAIXA DE NOVOS ARTISTAS 2015-2016



Gilio Mialichi - Amniótico 1, 2 e 3 - fotografia - 2013
Impressão gráfica adesivada sobre placa de PVC

(...)

A Mostra Bienal Caixa de Novos Artistas entra em cartaz dia 20 de outubro de 2015, às 19 h, e ficará aberta a visitação até 6 de dezembro. Com 36 trabalhos selecionados por Fernando Oliva e Rosemeire Odahara Graça, que também assina a curadoria. A exposição itinerante circulará pelas sete unidades da Caixa Cultural. Depois de Curitiba, ela será exibida nesta ordem, em São Paulo, Brasília, Fortaleza, Recife, Salvador até chegar ao Rio de Janeiro, onde ficará de 1º. de novembro a 31 de dezembro de 2016.

Voltado exclusivamente para as Artes Visuais, o projeto de apoio a cultura reúne trabalhos de 24 artistas em fotografia, escultura, pintura, gravura, desenho, objeto, instalação, intervenções e novas tecnologias. No processo de seleção Oliva e Graça analisaram 1.977 obras de 860 artistas, tendo como critérios originalidade, experimentação, inovação, conceito, qualidade artística e contemporaneidade. A dupla também levou em consideração a viabilidade técnica das obras e as limitações dos espaços físicos das unidades da Caixa Cultural em receber certas propostas artísticas.

(...)

Fonte/fragmentos do texto
http://www20.caixa.gov.br/Paginas/Releases/Noticia.aspx?releID=836

Mais informações
http://www.mostrabienalcaixa.com.br/
http://www20.caixa.gov.br/Paginas/Releases/Noticia.aspx?releID=836


domingo, 20 de setembro de 2015

76º. SAAP 2015 - ARARAS-SP | PINTURA NA PAISAGEM - PRÊMIO OURO





Trata-se de um híbrido de fotografia, pintura e land art (dentro do desenvolvimento, pensamento, procedimentos e lugar). Discute as atuais formas de atenção do artista contemporâneo para a paisagem. O trabalho relaciona ações da natureza e humanas, assumindo em sua poética criativa o universo materno do artista encontrado no cupinzeiro que dá origem à intervenção

A origem do trabalho


A paisagem real escolhida (paisagem rural da cidade de Paraíso-SP) recebeu uma pintura com um composto branco de cal e água, com dimensões de 7 metros de comprimento por 1 metro de largura. Em seguida foi fotografada em suas distintas etapas de feitura de tal modo que as formas ovoides brancas repetiram-se interagindo com um cupinzeiro natural.
Essas fotografias, depois de impressas e emolduradas, também receberam uma camada de pintura com tinta acrílica branca. Essa atitude foi tomada para que as fotografias se relacionem com a origem do trabalho.

domingo, 5 de julho de 2015

VIA | PERFORMANCE EM ENCONTRO | SESC CAMPINAS | 2015



Fotos de Alperoa e Pamela Navarro Ortiz


O trabalho apresenta uma performance residual. Via tem como poética criativa o universo materno do artista encontrado nos elementos utilizados durante a ação – cores, formas, disposição no espaço e movimento.

Este projeto participou do Performance em Encontro, realizado pelo SESC Campinas. Gesso, água, bacia, violeta genciana e um papel preto foram os materiais utilizados.

AMNIÓTICO | PERFORMANCE EM ENCONTRO | SESC CAMPINAS | 2015



Fotos de Milton Afanador Alvarado
O trabalho discute as atuais formas de atenção do artista contemporâneo para a performance e sua interação|necessidade do espaço|paisagem. Relaciona ações da natureza e humanas com a linguagem, assumindo em sua poética criativa o universo materno pessoal do artista encontrado na maneira como ele se relaciona com a bolsa de tecido, sua forma, cores e o ambiente. 

Amniótico tem em sua origem as formas de vida geradas fora do corpo da mãe, refere- se a prole e seu espaço de vida durante a gestação/formação. Esse procedimento conceitual busca reorganizar a poética do artista que procura novas dinâmicas dentro desse pensamento.

A ação de 60 minutos foi realizada no evento "Performance em Encontro", realizada pelo SESC Campinas. Gesso, violeta genciana, um saco feito de tecido elástico, água e uma corda foram os materiaIs utilizados.